25.4.07

"Não tem cara de tiozão, mas acelerou me coração"...

Que fim deram os jingles?
Quem não se lembra do "pipoca na panela, começa a estourar" ou do, hmn, bem, você sabe. Eles foram soterrados pela moda das canções de bandas famosas, deixando pra trás todo o gostinho de ter uma musiquinha na vitrola da cabeça tocando, e tocando, e tocando horas a fio.
Jingles forever, campanha pela volta das boas e velhas letras-meio-acorde-chiclete-tapa-cérebro, que teimavam em aparecer nas horas mais impróprias, como o momento de fazer aquela prova ou quando simplesmente você não queria pensar em nada.
E então, qual foi o jingle que mais te atazanou/marcou?

2 comentários:

Kauê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kauê disse...

jingles ruleiam
ainda sou mais o da pizza com guaraná
"meia mussarela, meia aliche ou calabresa, romana, quatro queijos, marguerita e portuguesa"
outro mto marcante era o da poupança bamerindus
"o tempo passa, o tempo voa"
mto bala
acho que vou trocar de curso
vou pra publicidade e vou ressuscitar os jingles
=D