22.7.07

"É hábito. E o hábito é como uma esposa que cessamos de amar e que já aborrecemos, mas à qual estamos apegados pela força... do hábito, e por preguiça. A inércia, Carl, tem muita força. A rotina é uma balada insípida de rimas óbvias."
O Tempo e o Vento, tomo II do Continente

Um comentário:

Kauê disse...

é como eu sempre digo: a inércia é a força mais poderosa do universo