15.9.07

A partir de que ponto as coisas mudam e não há mais como voltar atrás, nem mesmo querendo? Quanto tempo é um ano? Quanto tempo pode ser um ano, uma semana, um dia? Por quantas mortes é preciso passar até decidir que morrer já não vale a pena? Que fim leva a inocência no fim da história? Até quando aguentam as últimas esperanças? A poesia perdida volta algum dia?

3 comentários:

Mário disse...

Até que ponto todo fim é um novo começo,
toda derrota um motivo de superação,
todo fracasso uma nova lição,
e a desolação dá espaço à esperança?

Natália Pianegonda disse...

É por isso que eu sempre quero ler o que tu escreve. Emana intensidade.

E a pergunta que eu me fiz hoje: será que a poesia um dia vai perder sentido?

Kauê disse...

li, reli e não consegui fazer uma interpretação desse post
mas, ao mesmo tempo, ele parece tão cheio de sentido
queria saber escrever coisas assim
e... a esperança é a última que morre
anime-se
um dia todos encontramos nossos caminhos
(ou assim espero)