13.11.07

E as coisas mudam.
Mudam porque precisam, mudam porque não há como evitar.
Ir embora e ficar no fundo são coisas parecidas.
Para ir é preciso aceitar a mudança, deixar para trás todo um passado e olhar para frente. É mais fácil partir sem bagagem.
Para ficar, mas realmente ficar, é preciso comprometimento, se concentrar em um presente. Exige deixar os tradicionais e se´s de lado.
E as coisas mudam.
E é melhor que mudem mesmo, antes que os horizontes estourem.

Um comentário:

Frau Bersch disse...

nunca tinha pensado a respeito. mas eh verdade. as duas opcoes exigem escolhas. e fazer escolhas eh sempre um problemas....