12.3.08

Os dias

Faz assim. Pega um dia, um desses diazinhos quaisquer que amanhã já são ontem. Estica, mas estica bem. Começa ele aí pela 5 e meia, quase ouvindo os galos cantarem, se é que existem galos nessas paradas porto-alegrenses. Daí faz tudo que você tem pra fazer e mais um pouco. Pula o almoço e o café-da-manhã se precisar. Cronometra o tempo, marca as coisas com intervalos de tempo de zero minutos e vai. Quando for quase dez da noite, chega em casa pensando "cama" (ou comida, depende da importânica que você deu para o almoço) e encontra os amigos sorrindo e querendo ser amigos. Então estica o dia mais um pouquinho e segue até a uma e lá vai pedrada da madrugada até o ponto dele (o dia) virar ontem e de deitar e encontrar o galo eletrônico do celular aí pelas 5 e meia da matina outra vez.

2 comentários:

Alexandre Haubrich disse...

Tu tá acordando às 5 e meia????

Paula disse...

O dia rende horrores.