21.8.08

Os cabelos da Luciana



Lá vou eu fazer um comentário baseado na aparência e não no conteúdo das candidatas a prefeita de Porto Alegre... Ao ver ontem a propaganda eleitoral da Luciana Genro (dirigida pela Mauren alguma coisa, ex-patrolete) me surpreendi pelas suas madeichas lisas.
Tá, e daí? Toda garota tem o direito inalienável de fazer o que quiser com a própria vida, incluindo aí cabelo. Concordo, mas é que na hora que vi aquilo percebi como mesmo alguém como a Luciana, que já declarou várias vezes que queria ser reconhecida na política como um ser pensante, não como dupla de cromossos X, teve que entrar na dança para participar da campanha para prefeitura de Porto Alegre. (Lembrei na hora de uma matéria da Veja de 2003 (é, da Veja, sim, irônico). Na época fizeram um antes e depois com ela e outras mulheres publicamente não-vaidosas. Ao ver o resultado ela foi clara, "Está muito bonito, mas não serve para mim".)
Provavelmente a sua assessora de imprensa decidiu que frente a Manuelas e Rosários da vida a juba cacheada e a cara lavada tradicional não pegavam bem, e lá foi a Luciana encarar a chapinha, passar batom e subir no salto. Como se já não bastasse a maior parte das análises políticas sobre a campanha para o paço municipal da capital gaúcha partirem da feminilidade das candidatas.

Não que a pintura mude a pessoa, mas não vejo o Fogaça ou o Onix fazendo dieta e escondendo as rugas. O panfleto da Rosário foi tão retocado que ficamos em dúvida se a foto é dela ou de uma boneca de cera. Elas terem que assumir esse lado a força para serem consideradas é errado. Apenas ressalta a maneira como as mulheres são julgadas dia-a-dia pela forma como se apresentam à sociedade enquanto aos homens é permitido que sejam homens sem maiores interpretações.
Ok, ok. Eu só queria mesmo era mostrar o quem te viu quem te vê.

P.S. Não consegui a foto do mega-liso-hair, mas essa do site já ajuda a ter uma idéia.

2 comentários:

Kauê disse...

passei por aqui só pra ver a foto da luciana
(e fiquei com preguiça de ler o texto) =P
mas, realmente, que diferença uma candidatura à prefeitura em meio a outras mulheres faz

lola aronovich disse...

Gostaria que vc falasse mais sobre isso, Paula, pra gente que não acompanha muito política no RS.
A Luciana continua odiando o pai?