28.9.08

Redenção. Domingo à tarde. Sol. Graminha. Canga. Pseudo-jornalista com bloquinho na mão e nenhuma idéia na cabeça, tentando encontrar um jeito de colocar uma vida em duas páginas. Um guri se aproxima e pergunta:
– Tu conhece tarot?
Vamos ignorar a descrição de feelings tradicional (como assim tu conhece tarot?, eu tenho cara de quem leva a vida pelas cartas e por aí vai).
– Conheço.
– Quer tirar uma carta?
Pseudo-jornalista atrás de qualquer desculpa para não escrever. Ahh, que se dane.
– Quero.

Um comentário:

Cris Rodrigues disse...

taí um mini, ó.