8.7.09

"Não me entenda depressa demais."

O jardim do diabo, L.F. Verissimo

Nenhum comentário: