24.9.09

Guisado engana carnívoros

Porque nem tudo aqui é monografia e jornalismo. A gente também espera ansiosamente pela hora de encher a pança!
Morando com vegetarianos há um bom tempinho ainda não encontrei motivos fortes o suficientes pra dizer adeus de vez aos bifes - apesar deles não me fazerem muita falta-, mas como o que não mata, engorda, acabei aprendendo uma série de receitas vegans pacas e mega gostosas. Se a gente pensar bem, arroz, feijão, ovo e batata frita é um prato vegetariano!
Voltando a receita, estava eu a cata de algo para comer no meu belo armário universitário - nessa época do mês, principalmente, lembra um pouco os filmes de faroeste (só falta passarem aquelas bolas de grama rolando), quando encontrei um saquinho esquecido de proteína de soja desidratada. Sim, soja! O bom da proteína é que ela pode passar meses guardada que não estraga e basta um pouquinho de água pra ter uma janta. Olhei pra proteína, ela olhou pra mim e com mais um restinho de geladeira deu pra fazer uma refeição caprichada.

Usted vai precisar de:
Uns dois ou três punhados de proteína de soja (tem a graúda e a pequeninha, nesse caso usei a menor que lembra bem guisado);
Tudo que você tiver de legumes na geladeira (eu fui de cenoura, pimentão, tomate e milho. No caso de um mundo sem tomate, molho pronto resolve o problema (com muito menos classe, off course);
1 cebola média;
sal e temperos;

Pra começar, coloca a proteína de soja em um pote e cobre de água. É melhor fazer isso um tempo antes, pra ela fica bem cheinha, mas se não der 15 minutos resolvem. Enquanto a proteína vai desidratando tu pica a cenoura, o tomate, o pimentão e a cebola. Pega uma panela ou uma frigideira - eu uso a frigi, mas tem que ser grandona pra caber toda a comida -, manda ver um fio de óleo e coloca a cebola pra fritar. Quando a cebola estiver soltando aquele cheiro bom, acrescente os legumes. A ordem depende do gosto. Por exemplo, eu ponho o pimentão bem no começo, que daí ele amolece e perde aquele gostão de pimentão que faz a gente arrotar, e a cenoura pra pro fim, pra ficar firme. Tempera isso do jeito que der - sal, pimenta, manjericão, orégano - e espera refogar. Tem um tempero chamado tahime, que basicamente é molho de gergelim, que é O tempeiro nas casas vegetarianas. Se tiver, uma colher de sopa rasa dá pro gasto. Quando a coisa tiver bonita, coloca a proteína de soja previamente escorrida pra não virar sopa de proteína ao invés de guisado. É só mexer bem, deixar refogar mais um pouco, colocar o milho e voalá: guisado de soja com legumes. Saudável no último.
Como a fome foi mais rápida que a máquina fotográfica, vocês vão ter que imaginar a belezura do prato. Aqui em casa a galera se divide entre comedores de carne inveterados e vegetarianos e simpatizantes. Até os carnívoros lamberam os beiços.
Pra acompanhar, também dá uma olhada no estoque. Batatas cozidas ou arroz integral são as melhores pedidas.

Guten Appetit!

Nenhum comentário: