20.9.09

La revolución de los blogs/ Por que blogar?

Rapidão, entre um artigo e outro. Palmas pra mim, a mono tá saindo aos poucos e eis que começo a achar a pesquisa interessante. o.O
No mar de autores que tenho lido, um me chamou atenção por definir o blog como um meio e não como gênero. Para Jose Luis Orihuela é indiferente definir se um blog é jornalístico, literário ou o diabo a quatro, a sacada é perceber as apropriações que as pessoas estão fazendo dele. E aí que tá a revolução!
Qualquer um, sem a necessidade de dominar conhecimentos de html ou qualquer outra tranqueira internética pode produzir e publicar conteúdo; esse conteúdo, por sua vez, entra numa roda de construção coletiva sendo ampliada a partir dos comentários e hiperlinks. Tudo isso xunto e reunido cria uma rede de conversação e difusão de informação, que se contrapõe a mídia tradicional e a obriga a se repensar e olhar para o público não mais como mero receptor mas parte integrante do processo.
Very, very cool.
Oká, de volta aos artigos.

P.S. O Orihuela também defende que os blogs só tem a força que tem porque as pessoas escrevem, basicamente, porque "ten la gana", o que me deixou curiosa. Aos amigos que tem blogs, o que levou vocês ao primeiro post?
Eu comecei o falecido Nada de muito interessante (o nome era um chiste com a Super interessante e ao mesmo tempo uma forma de baixar as expectativas de quem entrasse lá e me deixar mais desenibida de escrever) lá pelos idos de 2003, acho. Foi logo depois de ler um artigo na Veja (taquem as pedras) sobre o fenônemo das páginas pessoais. Lembro até que um dos exemplos de blog era o site de uma guria chamada Cecília que publica poesias sobre um fundo rosinha, algo impensável de ser citado numa revista como exemplo de blog hoje em dia. Enfim, eu comecei porque parecia legal.
E vocês?

Agora sim, de volta aos artigos. Afinal, é só um belo domingo de sol LÁ FORA.

6 comentários:

natusch disse...

Todos os Twitters que aí estão, atravancando meu caminho - eles blogarão; eu blogzinho.

^^

Paula disse...

Isso não responde a questã. ;)

Kauê disse...

engraçado... o primeiro post do meu blog ganhou justamente o título "por que um blog?"

Paula disse...

O que também não responde a questã...

Kauê disse...

responde sim, é só tu ir lá (re)ler

Paula disse...

Mas tu não te lembra resumidamente do pq?