20.10.09

Macarronada de gala em 15 minutos

Bateu a fome e a vontade de correr da monografia (ou de qualquer outro dever (ahh, um livro pra ler e não fazer...)), mas você não tem nem tempo nem grana para fazer coisas complicas ou jantar fora? Eu tenho a solução! Uma macarronada que enche o estômago com classe e ainda consegue passar a impressão que demorou duas horas para ser feita sem ser um atentado a boa saúde (já falei que ela é "light?").
First, já que tempo é monografia e a fome é uma mãe cruel, coloque a água pra ferver na panela com um cadinho de sal e corra pro mercado.
A lista de compras é simples, e fica mais simples ainda se você for um ser prevenido e mantiver comida em casa:
- 1 pacote/lata de molho de tomate tradicional;
- macarrão de acordo com a fome (aqui em casa só se faz de pacote inteiro, porque se não são os habitues do ap que aparecem pra janta alguém bate na porta. E bem, é macarrão. Quanto mais, melhor);
- 1 colher de requeijão light;
- meia ricota
- óregano e ou pimenta e ou manjericão e ou o que tiver a mão que cozinha universitária é cozinha de guerra (na falta de tudo, já manda o molho temperado);
Volta do mercado e coloca o macarrão na água, que conforme a distância do bolicho já deve estar fervendo. Em outra panela, mistura o molho com o requeijão. Assim que o dito cujo tiver derretido, coloca a ricota esmigalhada (é pegar com a mãozinha e ir descontado toda a raiva da ABNT acumulada até ela virar farelos) e o tempero existente no recinto. Como a ricota é salgada, não precisa de sal.
Pronto! O molho tá no ponto assim que a massa estiver. É só escorrer o macarrão, colocar o molho por cima e ta ta ta. Manja che te fa benne! Não exige prática nem tão pouco habilidade.

* Antes que vocês comecem a achar que eu sou um gênio da cozinha (o que (cof) eu sou), achei essa receita semana passada lá no blog Alimentação sem mitos. Entrou pros favoritos (o blog e o macarrão).

Um comentário:

Cris Rodrigues disse...

Gostei. De repente amanhã vira almoço aqui em casa =)