24.1.10

Sabedoria paterna

Papai caminha e levanta as calças, tradicionalmente caindo apesar do cinto.
- Pai, o senhor não tem bunda.
- Tenho, sim.
- Não o suficiente pra segurar a calça.
Indignado.
- Eu acho que eu tenho bunda, e uma bunda muito bonita.

***

- Desculpa dizer que o senhor não tem bunda. O senhor fica bem melhor assim. Já pensou se tivesse um bundão que nem o da mãe?
- É.
pensa um pouco
- Mulher tem que ter bunda. E peito.
- Ahh, eu não tenho peito.
- Mas tu pode colocar silicone.

***

Eu, mamãe e papai estamos tomando café em silêncio.
- Quando tu encontrar um cara que te deixe com frio na barriga, que te trate bem, tu deve namorar esse cara.
risos maternos ao fundo
- OK, pai. Vou manter isso em mente.

***

- Paula, vamo junto na missa. Quem sabe tu te arranja um namorado.
- Não, obrigada. Prefiro um namorado ateu.

P.S. 1. Papai realmente não tem bunda.
2. Não penso em colocar silicone.
3. Suspeito que o casamento da minha prima fez ele lembrar o quanto quer netos.

4 comentários:

natusch disse...

Não conheço teu pai, mas ele tem todo o jeito de ser uma grande pessoa ;)

Paula disse...

E é. Ele e a dona Marlei são figuraças.

Caroline disse...

bá ta mal hein Paula, tua imagem frente ao pai ta um tanto corroída.

Natália Pianegonda disse...

Só um registro: uhauhauahuauhhuauahuauauahauhuahauhauhauhauhahuauhaauhhauahauhauahauhauhau
ao cubo

visualizei a cena perfeitamente
pelas ruas de Caxias.