6.2.10

Blog novo no pedaço e blogs velhos na prancha

Uma das características mais fortes dos blogs é a sua facilidade de criação. Você não precisa saber lhufas de html e pum. Faz um blog. O que nos leva a outra característica recorrente. A efemeridade. Ter um blog é quase sinônimo de abandoná-lo. Mais cedo ou mais tarde acontece. O próprio palim amarga longos hiatos - como ele não tem leitores, não chega a ser um problema.
Pensando nisto, passei o pente fino ali no Vai firme que vale a pena com uma dor no coração pelos blogs geniais que a galera deixou juntar poeira a ponto de não serem mais blogs: a primeira pedra, pernas abertas e pos aí vai.
Em compensação, o espaço ganhou um nome novo e promissor: o Somos andando da Cris Rodrigues. A bem dizer, o velho Interpretando de toga, já que a moça decidiu coroar a formatura também com um novo espaço internético.
Fica aqui a recomendação, e o palim segue, balançando mais andando também.

2 comentários:

Cris Rodrigues disse...

Olha, pelo menos uma leitora o Palim tem ;)

E valeu a indicação.

natusch disse...

Eu leio, e até comento de vez em quando =P

E eu não quis comentar no blog da Cris para não parecer puxa-saco, mas... A capacidade de atualização diária ou quase diária dessa menina (de vocês duas, aliás) é uma coisa impressionante. Admiro! ^^