23.3.10

Assim que eu tiver uma casa eu vou

Encher ela de flores. Coloridas, perfumadas. E de temperos e ervas. Manjericão, alecrim, hortelã, cidreira, salsa e por aí vai;
Comprar uma bicicleta ou dar um jeito de mandar a minha lá de Porto dos casais pra cá e pedalar pela orla e pela cidade (aqui tem ciclovias, e elas são respeitadas!);
Assinar um jornal, só pelo prazer de acordar de manhã e tomar um chá lendo e me revoltando com as notícias do mundo;
Fazer um estoque de chá preto;
Criar uma rotina de escrita e tirar as teias de aranha do Caminhosbolivianos.wordpress.com;
Encher a geladeira de frutas e a despensa dessas coisas naturebas e gostosas que só parecem certas se compradas a granel no mercado público;
Pagar a promessa, porque parece que o único jeito de conseguir um ap razoável por aqui é recorrendo a forças ocultas e afins.

Nenhum comentário: