11.7.12

Caminhos Bolivianos e outras internetas

Conversando com o Alê sobre os perigos do superego -- no nosso caso travar projetos bacanas por achar que eles nunca estão bons o bastante --, lembrei do Caminhos Bolivianos que vergonhosamente abandonei no ano passado. Esse mesmo do selinho aqui do lado.
Pois bem, não mais! Se o blog não virou o livro que eu megalomaniacamente pretendia montar no começo, que ao menos guarde mais algumas histórias desse grande 2009.
Pra quem já leu, tem post novinho em folha. Pra quem nunca entrou, chega lá. Recomendo começar pelo O diabo e as minas de Potosí, parte das minhas desventuras a mais de 4 mil metros de altitude.

***

Falando em blogs, já tava na hora de atualizar a lista do Vai firme que vale a pena.
Os mais novos participantes são o Gabine do Dr Lucchese, do Alê, e o Onde está o óleo, da Bela. No gabinete há uma altamente recomendada coleção de zines históricos, além de uma série de histórias para entender o Paraguai, resultado dos três meses que o nosso dr passou por lá. Já no Óleo a Bela aproveita pra divagar e dividir parte da sua vida de reportera na cidade maravilhosa.

3 comentários:

Alexandre Lucchese disse...

Legal! Valeu pela citação :D

Também não sabia do blog da Bela, vou correr lá para conferir.

Valeu!!

Paula disse...

Ih, mas é da Isabela, não da Felisbela. :)

Alexandre Lucchese disse...

é, me dei conta só depois, hehehhe

Valeu