7.2.13

Paradoxo do viajante

Quero muito escrever, caminho nas ruas imaginado as histórias que posso contar, mas ao mesmo tempo não quero sentar em casa por nem um minuto a mais do que o necessário. Acho que podemos batizar esse sentimento de paradoxo do viajante.

Um comentário:

Pati Benvenuti disse...

boa sorte por aí :)