7.2.13

Travel money do Banco do Brasil = furada

Escolhi fazer um Visa Travel Money via Banco do Brasil por ser o meu banco e tal e por parecer uma maneira mais segura de carregar meus euros pra cima e pra baixo nesses dois meses. Ledo engano.
Na primeira vez que tentei sacar dinheiro, ainda no aeroporto, o caixa engoliu o cartão pra nunca mais devolver e ainda por cima fingiu que não aconteceu nada!
Depois de meia hora de medo, suor e quase lágrimas a máquina resolveu devolver o bichinho. E o meia hora não é retórico. Deu tempo de ir até o caixa de informações, em outra asa, pedir ajuda - é o Barajas, um dos maiores aeroportos da cidade, lembrem -, e voltar. Encontrei o cartão na boca do caixa por acaso, quando caminhava desolada em direção ao metrô.
E isso aconteceu ainda outras duas vezes, nos caixas de uma agência bancária no centro da cidade. A sorte foi que peguei um atendente gente boa que abriu a máquina e resgatou o cartão. De novo. E olha que o BB garante que o cartão é prefeitamente seguro já que tem senha e tal. Só que não. Ele funciona como um cartão de crédito sem chip normal que qualquer ser humano pode usar caso o local não pergunte pela identidade.
Enfim, diga não ao Visa Travel Money do Banco do Brasil.

2 comentários:

Bruno disse...

Paula, depois do primeiro susto você conseguiu sacar em outras máquinas?

Já estou a caminho da Espanha e com quase todo meu dinheiro preso no VTM.

Muito obrigado.

Paula disse...

Ô Bruno, desculpa a demora em te responder, não vi o comentário antes. Não consegui, a gerente do BB em Madri inclusive me orientou a não tentar. Eu conversei com o banco e voltei quase todo o dinheiro para a minha conta corrente. Usei o travel money só no débito.