4.3.13

Prepare os tênis e vá de free walking tour

Depois de ter feito free walking tours em Madri, Barcelona e Roma posso dizer com a boca bem cheia que vale muito a pena. O sistema funciona a base de gorjetas e você paga no final se e quanto quiser. No geral o pessoal contribui com 5 ou 10 euros, mas não é regra, e os guias tão pouco pressionam.
Em Madri fui de Sandmans, uma das empresas de walking tours mais famosas, e tive a sorte de ter como guia uma irlandesa muito divertida, que fez as 2h30 de caminhada pelo centro histórico passarem rapidinho. Já em Barcelona e Roma joguei free walking tour na mãe google e chequei o Trip Advisor de cada um. Novamente, foram passeios divertidos, cheios de informações que não estavam no guia de viagens. E essa é justo uma das ideias dos tours - mostrar os pontos históricos, mas também curiosidades, de um jeito mais leve que os passeios tradicionais.
Outra vantagem são os amigos que a gente faz durante o tour, uma mão na roda para solo travelers like me. Em Madri conheci uma sul-coreana muito bacana com quem acabei almoçando e em Roma fiz o aperitivo* com um casal búlgaro e um norte-americano que estuda em Berlim. Se tudo der certo, encontro o guri de novo na capital alemã e o casal na próxima viagem a Europa, que deve incluir uma passadinha em Sofia.
Uma boa fazer o tour já no primeiro dia. Assim a gente tem um "cardápio" das principais atrações e escolhe as que quer visitar com calma - o tour só inclui a fachada dos pontos mais famosos -, além de poder descolar umas dicas com os guias, em geral jovens e moradores da cidade.
Já deixei o meu tour em Budapeste engatilhado.

* Aperitivo é o costume italiano de tomar um drink e comer alguma coisinha antes do jantar por um preço fixo. Em caso de baixo orçamento, vale muito bem como o próprio jantar, já que a variedade das "coisinhas" costuma ser bem grande e inclui de petiscos a massas.

Nenhum comentário: