16.7.13

Diálogos - versão sabedoria fitoterápica materna

Meus pais são meu melhor personagem. Seu Paulo e Dona Marlei renderiam fácil um livro de crônicas. Enquanto esse pseudo projeto não sai do mundo das ideias, segue mais um diálogo materno.
Acordei me sentindo meio mal e fiz como um bom adulto. Liguei pra senhora minha mãe, vulgo Marlei Peteffi Bianchi, que junto com o pai tira férias nas tais águas quentes de Santa Catarina.
"Mãe, que que eu posso tomar?"
"Ah minha, filha. Faz um chá de casca de romã."
"Tô sem casca de romã..."
"Então procura um pé de goiaba e pega umas folhas pra fazer o chá."
"Hum, também não lembro de nenhuma goiabeira na vizinhança."
"E folha de pé de jabuticaba?"
Como faz pra praticar fitoterapia ítalo-serrana-gaúcha na urbe, ein?

Nenhum comentário: