11.10.13

Fellow taxista

Fui e voltei da cidade da polícia hoje com um taxista animado e a fim de bater papo, como são tantos desses senhores a frente dos amarelinhos. Me perguntou o que eu achava dos black blocs e começou a explanar que vidros de banco não sofriam, ônibus tinham mais é que ser queimados pras companhias perceberem como tratam mal os usuários, que o governo tratava a população e os manifestantes muito mal, e por aí vai, num discurso bem incomum aos fellows taxistas que costumam me apanhar na mui valorosa cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Eis que quase no fim da corrida, já com o voucher pronto, ele acrescenta que é PM. Os butiãs do meu bolso estão todos no chão.

Nenhum comentário: