24.11.13

Ironia

Revejo as notas do bloquinho do começo do ano, durante os dias ciganos viajando, e, entre uma anotação e outra, a reflexão de que um pouco de estabilidade - emprego, casa, essas coisas -, não fariam mal.
Logo na linha de baixo, a melhor mea culpa.
A gente prega tanto a revolução e acaba sonhando com a propaganda de margarina.

Nenhum comentário: