18.11.13

Os sem fim de Bianchis pela Itália


Cartaz anunciando os tipos de vinho branco em um restaurante em Bologna. No começo fotografei toda e qualquer menção ao nome Bianchi como se não houvesse amanhã me sentindo especial e esperta. Até que um garçom em um café chamado, advinha, cortou meus naipes em Florença.
"Ah, moço, é que o nome da minha família é Bianchi. Sou brasileira."
"Sei. Muitos brasileiros que vem aqui dizem isso."
"Ahhh (suspiro de decepção)."
Passado o trauma, me contento em ter um sobrenome que serve como designação para vinhos. Bons vinhos, até onde provei.

Nenhum comentário: