15.4.15

Anedotas de um domingo à noite no "Brasil profundo"

(no caso, a pequena Corrente, no Piauí, a quase 900 km de Teresina)

Após um dia que começou às 4h30, sento com Taís em uma pizzaria chamada Shalom, estrategicamente posicionada entre dois templos evangélicos, um deles, se não me engano, batizado de "O DNA de Jesus". Peço uma cerveja. A atendente sorri, "aqui não tem". Levanto e pergunto o mesmo na lancheria ao lado. Nada feito. Comemos nossa pizza com suco de tamarindo e voltamos para o hotel. Taís desce para comprar algo para bebermos/beliscarmos enquanto trabalhamos. Volta com um litro de LEITE. 

Fim.

Nenhum comentário: