6.5.15

A história da Andrea


E tem dias que a gente só conta uma história, como a da Andrea. Vale entrar e ver as belissimas fotos do ensaio que o @mauropimentel_ fez.
Cabe aqui um causo que não entrou na matéria. Dela contando a história dela – teve o primeiro filho aos 19, se apaixonou por um violeiro, o moço sumiu do mapa e da vida dela, a deixando com quatro crianças para criar. Da história, sobrou a tatuagem de um violão na perna esquerda.

“Minha mãe dizia pra eu estudar, ir pra escola, eu querendo ir pro outro lado, e ela, “não vai, não vai. E eu fui, você sabe. Quer dizer, você não foi. Você ouviu a sua mãe, tá aqui.”

(Foto do Mauro Pimentel, que fez um ensaio muito triste e bonito sobre a Andrea)

Presa ao sofá, mulher com obesidade mórbida sonha em andar pelo Rio

Andrea Guimarães tem 45 anos, 1,65 metro de altura e, na última vez em que se pesou, em agosto, pesava 215 quilos. Sua vida se resume ao sofá de dois lugares em que dorme e faz as refeições e a vista da janela da sala de casa. 
"Tudo o que eu vejo é essa parede e esse barranco", diz, ao apontar a encosta vizinha à casa, localizada em meio a uma subida, acessível apenas por uma escadaria em Anchieta, na zona norte do Rio de Janeiro.

(matéria inteira aqui)

Nenhum comentário: