27.5.15

Decisões

Depois de muito quebrar a cabeça, decidi mudar de ares começando pelo meu apê (eu sei, eu sei. E a parede branca? Talvez fosse preciso mais do que isso). Abandonarei o cafofo onde fui, quase sempre, muito feliz no último ano e meio em prol de um apê grandão com varanda e piscina com amigos.
Sempre quis morar solita, então foi meio difícil desapegar dessa ideia, mas percebi que já não estava curtindo tanto o meu espaço como no começo. Talvez quitinetes sejam lugares para bacanas para se viver, só venham com um prazo de validade embutido.
Nessas de decidir Bianchi Jr. me fez chegar a uma conclusão importante: a gente tem o direito de sonhar com algo e mudar de ideia. Simples assim.
Às vezes, a gente toma uma decisão e ela acaba tomando a gente também. Nessas horas, para não surtar, é sempre bom lembrar que poucas coisas são definitivas. Que o diga o meu em breve antigo lar.

Um comentário:

Pati Benvenuti disse...

"a gente tem o direito de sonhar com algo e mudar de ideia. Simples assim."

que coisa mais verdadeira, que coisa mais linda <3