25.4.16

Escrevo na varanda, fim da tarde. Kafi deitada na cesta ao lado, o céu a mudar de tom devagarinho. A favela se enche de luzes. O calor dá uma trégua de leve. É uma vida temporária - não sei quanto tempo eu duro no Rio, duramos nós três no apê -, é uma vida boa.

Nenhum comentário: