Academicismos bloguianos

Este bloguinho nasceu após a morte do finado "Nada de muito interessante", minha primeira experiência com páginas pessoais na internet - e por que não, com a internet em si.

O NDMI, por sua vez, foi criado em 2002, na Idade da Pedra dos blogs pela simples vontade de entender que troço era esse. O troço ficou mais elaborado, e entender virou interagir com esta forma de publicação direta na web, que por mais simples que seja não deixa de ser revolucionária ao permitir que qualquer ser humano sem um pingo de conhecimento de html, mas com acesso à internet, possa publicar conteúdo livremente.

De interação em interação, veio mais uma carrada de blogs spinoffs no meio, tendo o Cowabanga como melhor representante, e o hábito de ler e me informar diariamente - às vezes exclusivamente - através dos blogs, que se hoje são praticamente ratificados como fontes já receberam muitos narizes torcidos em seu caminho informativo.

Todo esse suposto tempo perdido atrás de bloguinhos na internet ganhou uma desculpa acadêmica e em 2009 aproveitei os meus anos de praia - ao menos como leitora - e transformei o hobby em objeto de estudo, tecendo a minha querida (e glória 3x glória terminada) monografia sobre, ta ta, blogs. Mais exatamente uma "Análise da construção da informação através dos links no blog “O Biscoito Fino e a Massa” durante o ataque de Israel a Gaza em dezembro de 2008".
.